Também morre quem atira

remistura em cima da obra Gil Vicente mata Bento XVI

Tiro no pé. Tiro que sai pela culatra. Tiro pra cima…

Não é pra se safar que você atira. É para que o alvo caia antes de você. Uma coisa que escapa da percepção de todos os individualistas com suas assépticas visões de mundo é que o artista não expõe sua obra para se salvar, mas sim para impedir que ela também se perca. Por mais que você discorde da obra de Gil Vicente, ela já fez o seu papel. Podem atirá-la às chamas agora, se quiserem. Não vai mais adiantar. Agora é tarde, a pretensa inocência já está perdida, e você já teve que entrar em contato com o que sente ao ver Gil Vicente aportando armas e facas contra pessoas. A visão do artista já atingiu seu olhar. Ponto pra ele.

Sabe o que é menos impressionante nessa história? Ninguém morreu… nem mesmo Romeu Tuma.

2 Respostas to “Também morre quem atira”

  1. Porque mente ainda está viva Says:

    “Todos querem tapar os olhos do artista para cegar a visão do apreciador.
    A OAB proíbe a exibição da obras do Gil Vicente, mas não proíbe o que é verdadeiramente necessários como impostos, Criminalidade, e corrupção”.
    (A ordem dos cegos).

  2. Porque mente ainda está viva Says:

    “Todos querem tapar os olhos do artista para cegar a visão do apreciador.
    A OAB proíbe a exibição das obras do Gil Vicente, mas não proíbe o que é verdadeiramente necessários como impostos, Criminalidade, e corrupção”.
    (A ordem dos cegos).

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: